quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Cap. 1: Introdução


Já havia mais de doze anos que Seu Afrânio deixara de cuidar das coisas em sua pequena rede de supermercados, que hoje era grande, com 12 filiais, e comandada por seus cinco filhos. Na época, por motivo de saúde, Afrânio retirou-se com a esposa para seu pequeno sítio a 70 quilômetros da cidade onde sempre trabalhou e viveu, e então acostumou-se e ficou definitivamente fora das operações comerciais, respirando ar puro e vivendo dos frutos da terra.

Afrânio recebia sua família todo final de semana no sítio, e mesmo que nem sempre todos os filhos coincidiam de estarem juntos no mesmo dia, certo é que sua grande casa de madeira estava sempre cheia com os filhos e netos.

Aos 68 anos, já considerando sua vida demasiadamente sedentária, numa das caminhadas pela propriedade junto ao filho mais novo Afrânio preocupou-se em saber que os negócios no supermercado não iam bem.

A forte concorrência e os altos custos operacionais já começavam a provocar queda no número de clientes e de faturamento. Somado à falta de mão de obra qualificada, o filho justificava que a cada ano o empreendimento ia se desvalorizando e a venda das lojas para outra rede maior não estava descartada em caso de a situação piorar.

O velho coçou a cabeça e meditou por dias. Não queria se convencer de que o mercado com a tradição e o tempo de existência estava em decadência, logo esse que sempre foi tão aceito pelos clientes dessa cidade média. E como pode haver falta de mão de obra qualificada? A vinte anos atrás nem pessoas com faculdade existiam para trabalhar, e as coisas iam tão bem...

Afrânio tomou uma decisão. Conversou com sua esposa e decidiram voltar para a casa da cidade para retomar o trabalho que sempre executou. Afrânio assume a frente novamente diante dos filhos, da rede de Supermercados Feijão com Arroz.

(Não deixe de acompanhar a saga do Seu Afrânio reassumindo um supermercado moderno no seu modelo de gestão antigo, cuidando de cada departamento na sua forma original de agir. Será que obterá sucesso?)

Continua...

3 comentários:

  1. Que máximo, eu adoro o som da flauta.
    Parabéns e obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
  2. Garrei de vontade de ver a continuação!
    Estou aguardando....
    Bjs.

    ResponderExcluir

Se você é do ramo supermercadista e deseja dividir sua experiência sobre esse tema, fique à vontade! Você é bem vindo.